Especial Fim de Ano - Dica #02

 O Ano Novo tem sempre um sabor especial, uma energia gostosa, novos sonhos, novos desafios, esperanças renovadas...
 Por isso no Natal eu gosto de dar presentes que trazem boas energias. Quer algumas dicas de presentes?

 E a primeira dica é o livro da minha querida amiga Jacqueline Cordeiro, Previsões & Simpatias 2013 - Guia da Moda e Beleza Zodiacal. Com certeza você irá encontrar um conteúdo de moda sob um olhar completamente diferente do que está acostumada a ler e o prefácio é da Lilian Pacce, quer mais? Eu mesma não vejo a hora de ter o meu, quem quiser pode me dar de Natal, tá! rs
 O lançamento do livro será segunda dia 17/12/2012 e a autora estará autografando das 19hs às 22hs na Livraria da Vila - Rua: Fradique Coutinho, 915 - Vila Madalena - São Paulo.

Daruma (だるま)
 É um boneco que na cultura oriental é muito utilizado para fazer pedidos. 
 Ele representa o Bodhidharma, o monge indiano que fundou o Zen Budismo. Diz a lenda que para alcançar a Iluminação, ele meditou por 9 anos sem se mover ou fechar os olhos, para isso ele removeu suas pálpebras e seus membros acabaram atrofiados. Por isso ele é representado sem braços nem pernas.
Pegue seu Daruma, faça um pedido e pinte o olho esquerdo. Só pinte o outro lado depois que ele realizar o seu pedido.


Manekinekô - Gato da Sorte
 Com a pata direita levantada ele atrai fortuna e sorte, já a pata esquerda levantada atrai clientela.
 É sempre representado com uma coleira vermelha, muito utilizado na Era Edo, quando os gatos eram animais caros e moeda dourada que significa riqueza e prosperidade.
 Uma das versões sobre sua origem é que o samurai Ii Naotaka voltava de uma batalha quando foi pego de surpresa por uma forte chuva, então se abrigou debaixo de uma árvore.
 Próximo dali havia um templo muito decadente, o Gotokuji onde vivia um monge e sua gata.
 Esperando a chuva passar Ii Naotaka olhou para o templo e viu a gata sentada, acenando com a pata dianteira. Encantado, foi em direção do templo e assim que saiu do lugar um raio  atingiu a árvore em que estava encostado.
 E então ele percebeu que a gata havia salvo sua vida. Ele entrou no templo para rezar e agradecer à graça recebida e percebendo o estado que o templo se encontrava, doou todo dinheiro que levava consigo.
 O Gotokuji, virou o templo oficial da família de Ii Naotaka. Conseqüentemente, tornou-se um local próspero e visitado por todas as pessoas do feudo. 
 E para homenagear o gesto da gata que salvou a vida do samurai e ao mesmo tempo deu sorte ao templo, foi esculpido no local sua estátua. E suas miniaturas eram distribuídas no templo.

Os 7 Deuses da Felicidade
Começando da esquerda o primeiro é o Hotei Oshoo: Deus da previsão - dizem que ele advinha a sorte das pessoas
Benzaiten: Deusa da Arte e da Música - ela também protege os bens material
Fukurokuji: Deus da sorte
Ebisu: Deus da prosperidade nos negócios
Daikokuten: Deus do Paraíso - ele carrega um martelo que realiza todos os desejos
Bishamonten: Deus da guerra - traz proteção
Juroodin: Deus da longevidade e juventude


Sino dos Ventos
 Sua função é energizar o ambiente, pode ser feito de pedra, metal ou bambu.
 Dizem que o seu som tem o poder de harmonizar o ambiente e a energia interior de quem escuta, acalmando em momentos de estress e movimentando o que está estagnado. Além de atrair boa energias e a felicidade.



Dreamcatcher ou Filtro do Sonhos 

 São mandalas de cura e tem sua origem nas tribos indígenas norte-americanas.
 O círculo representa a roda da vida e a teia é onde tecemos nossos sonhos. O filtro serve para limpar as energias negativas que ficam presas na teia se dissipam pela manhã com os primeiros raios do sol.




 E para as mulheres tem esses pingentes com sal grosso, ou sal grosso com pimenta, para afastar as energias negativas.


Bom, existem centenas de outros objetos que trazem sorte, 

mas estes são meus preferidos juntos com os cristais. 

Espero que tenham gostado!

Comentários

Postagens mais visitadas

Parceiros - Confira as vantagens de ser nosso leitor!

.

.

Siga no instagram @quartofeminino