Calendário de vacinação para adultos


Se você, assim como eu, passou dos 30 anos, muitas vacinas foram inventadas de lá para cá, então vale verificar se está com a vacinação em dia. (Eu não estava!) 
E se tem 60 anos ou mais, as 4 primeiras vacinas descritas precisam ser tomadas.

Gripe A - Influenza
Muitas pessoas deixam de tomar achando que essa vacina combate resfriados ou que causa resfriados, mas a eficácia dela é contra a Gripe A (Influenza) e não resfriados comuns e os únicos efeitos colaterais que podem ocorrer são dor local e febre baixa nos 2 primeiros dias, pois ela é acelular, ou seja, é confeccionada através de fragmentos do vírus morto, o que diminui os efeitos colaterais. 
Indicação: Todas as pessoas no geral, principalmente portadoras de doenças crônicas como diabetes, doenças respiratórias (asma, enfisema, bronquite), cardíacas, renais, hepáticas, gestantes e crianças.
Reforço: todo ano no início do outono (março/abril) pois ela demora cerca de um mês para dar efeito, que seria no inverno quando a circulação do vírus é maior.
Dose: 1 dose
Reações: dor local e febre baixa nos 2 primeiros dias.

Hepatite A e Hepatite B
Se você não tomou quando criança, você pode encontrá-la separadamente ou conjugadas.
Indicação: Todas as pessoas
Hepatite A são 2 doses.
Hepatite B são 3 doses.
Hepatite A e B juntas são 3 doses.
Não há reforço.

Pneumocócica (Pneumo 13-V ou Prevenar 13)
As doenças pneumocócicas podem causar meningite grave, pneumonia, otite média, bacteremia e septicemia. E vale lembrar que a pneumonia está entre as 3 principais causas de morte em todas as idade, ficando somente atrás de doenças cardíacas (1º lugar) e doenças cerebrovasculares (2º lugar).
Indicação: todas as pessoas, principalmente em idosos a partir de 60 anos
Reforço: a cada 5 anos
Dose: dose única
Reação: nenhuma

dTpa - Tríplice Acelular 
Contra difteria, tétano e coqueluche.
Indicação: todas as pessoas
Tempo: a cada 10 anos
Dose: 3 doses (segunda dose após 2 meses e terceira dose após 6 meses)
Reações: dor local, inchaço e vermelhidão de curta duração.

HPV
Previne contra o câncer genital feminino, como o câncer de colo do útero, câncer vulvar, vaginal, etc. Esta vacina pode ser encontrada de duas formas: a quadrivalente que previne contra 4 tipos de HPV (6, 11, 16 e 18) ou a bivalente que previne contra 2 tipos (16 e 18). 
Os tipos 16 e 18 de HPV são os causadores de aproximadamente 70% do câncer de colo de útero. Enquanto os tipos 6 e 11 são responsáveis por 90% das verrugas genitais, que apesar de não ser um câncer, são de difícil tratamento.
Indicação: todas as mulheres entre 9 e 26 anos. Em meninos ela também está sendo aplicada a partir dos 11 anos.
Dose: 3 doses (segunda dose após 1 ou 2 meses e a terceira após 6 meses da primeira dose)
Contra-indicação: gestantes

Existem mais algumas vacinas que podem ser tomadas para completar o quadro de vacinação, mas em muitos casos são contra doenças das quais já se teve contato na infância. Outras devem ser tomadas em casos de viagens para locais de risco.

SCR Tríplice viral - contra sarampo, caxumba e rubéola. Contra-indicada para gestantes.
Varicela (Catapora) - no caso de nunca ter contraído a doença e nunca ter tomado a vacina.
Meningites - pacientes com condições clínicas debilitantes com predisposição à doença
Poliomelite - para quem for viajar para regiões da África ou Ásia endêmicas
Febre amarela - moradores de regiões endêmicas e viajantes. Contra-indicada para gestantes e lactantes.



Fonte Centro de Imunização Pró Matre

Comentários

  1. Respostas
    1. Obrigada! Vamos todos atualizar a vacinação das "crianças grandes" porque, pelo menos aqui em casa, elas dão mais trabalho que as pequenas! rs

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Parceiros - Confira as vantagens de ser nosso leitor!

.

.

Siga no instagram @quartofeminino