FOMO: todos nós temos. Você sabe o que é?

Esse post ficou grande.. mas acho que vai valer a pena ler até o final se mudar pra você, como mudou pra mim....


Até o final do ano passado, o meu celular era daqueles que só recebia e mandava mensagens, ligações e nem dava pra acessar internet direito. Mas eu nunca achei ruim porque além da bateria durar mais de cinco dias, eu não era aquela alienada da sociedade que fica o tempo todo no celular.


 Aí ganhei um aparelho novo no natal e me rendi a esse mundo: instalei facebook, vários aplicativos, instagram.. e entendi, aí eu entendi porque todo mundo fica o tempo todo no celular. Quanta informação, quantas fotos, quantos jogos! Como o meu celular antigo não tinha nada disso, pra entrar no facebook eu tinha que tirar aqueles 15 minutos de descanso no trabalho ou o horário antes de dormir, pra sentar, ligar o notebook e ficar por dentro de tudo.. Agora não, posso trabalhar e olhar minhas redes sociais, posso almoçar mexendo com o Poo, posso conversar com meu namorido postando foto no Instagram. Posso tanto..mas não quero!



É muito tentador e muito fácil se tornar aquela pessoa sentada no sofá, mexendo no celular por horas sem conversar com ninguém. Antes eu achava horrível e um absurdo, mas agora eu entendo o porquê. E quer saber? Mesmo hoje que eu posso fazer tudo isso, continuo achando um absurdo. E pra quê?  Pra ficar sabendo da vida das outras pessoas, o que elas postam, as fotos que publicam..

Daí no final do ano passado eu conheci uma palavra nova: FOMO. Significa Fear of Missing Out. Tipo 'medo de estar perdendo alguma coisa'. Aquele nervosismo ou ansiedade que dá quando vemos uma foto no face de uma festa que está acontecendo e queríamos muito estar lá.. sabe? Aquele sentimento de que as outras pessoas estão fazendo coisas mais interessantes, são mais felizes, tem mais amigos e vivem uma vida super legal. FOMO existe há séculos mas hoje com essa facilidade em acessar redes sociais a qualquer minuto está potencializando esse sentimento dentro de nós.



 Um estudo feito pela Universidade de Leuven, na Bélgica, comprovou que quanto mais se usa o Facebook, mas infeliz e solitário a pessoa é. Uma outra pesquisa, na Alemanha, das Universidades Humboldt e Darmstadt concluiu que a inveja era a emoção mais comum entre os 584 voluntários - jovens com menos de 30 anos - que acessavam a tal rede social. A maioria tinha este sentimento despertado ao comparar suas vidas à vida aparentemente perfeita dos amigos, baseado em fotos e posts que viam na timeline.



 Depois que li sobre isso, reconheci em vários momentos esse sentimento em mim. Nós, internautas, ficamos horas olhando fotos de amigos na praia, conhecidos em festas maravilhosas, famosos em outros países.. e sempre vem aquele sentimento de insatisfação por não estar lá, por não ter esta oportunidade e ser 'obrigado' a voltar a vida real (trabalho, escola, faculdade, deveres do lar..). Aquele suspiro profundo, seguido de um 'queria tanto...'. Assim estamos alimentando o FOMO e nos tornando cada vez mais invejosos, ansiosos e infelizes comparando nossa vida com a suposta vida perfeita alheia..





Passar nossos dias julgando, analisando e sonhando com a vida de outras pessoas.. ao invés de vivermos a nossa própria vida. É basicamente isso. Para alguns pode até se tornar motivação pra ir atrás dos objetivos, mas para a grande maioria, acaba se tornando somente inveja, frustração e tristeza.

Todos nós em algum momento já sofremos ou sofreremos de FOMO. Não estou dizendo para cancelar seu perfil, parar de acessar aquele site da menina que viaja para a Europa, não seguir aquela pessoa cool.. estou dizendo que aquela foto foi de um breve momento bacana de uma pessoa que tem 70% da sua vida em momentos rotineiros como o nosso. Estou dizendo para trocar a inveja pela felicidade, pois seu amigo que está na praia ralou o ano todo pra isso. Dizendo que acontece muita coisa legal no nosso dia, mas estamos emburrados demais ou ocupados demais navegando em redes sociais pra isso.

Nos sites que eu vi, eles aconselham a sempre se questionar:

 Isso é algo que eu REALMENTE queria fazer agora?

 Isso é uma FIEL apresentação da realidade?

Se esse sentimento é constante, você precisa fazer algo a respeito! 

E a melhor: você está usando a tecnologia de forma inteligente?


Quando li essa última pergunta, infelizmente minha resposta foi NÃO. E olha que eu ganhei o celular no natal! Imagina essas pessoas que há anos vivem assim? Not for me! Facebook, Instagram e seja o que for,  pra mim agora já não é lugar do 'ah, como eu queria..'. Agora é lugar de ver como os filhos das minhas primas e amigas estão grandes, de aconselhar e ser aconselhada pela minha amiga que está há 400km de distância, de ficar sabendo de uma ótima promoção de roupas na minha cidade, dar risadas e me divertir com os jogos.. e nunca, jamais, vou substituir momentos como uma conversa ao vivo com amigos, um tempo com meu namorido ou brincar com a Melzinha por uma rede social. Porque são estes os momentos que nos fazem feliz! São momentos que nós perdemos, escolhendo olhar as fotos no face ao invés de vivê-los.

" O que quer que você decida fazer, tenha a certeza que isto fará você feliz. "


Ufa! Espero que tenha sido esclarecedor pra você tanto quanto foi pra mim ao ler isto, várias no Huffinton Post, e neste site. Ser feliz já ou agora?

Comentários

Postagens mais visitadas

Parceiros - Confira as vantagens de ser nosso leitor!

.

.

Siga no instagram @quartofeminino