Viajando para Gramado: dicas e curiosidades

Enquanto a maioria dos meus amigos estavam pulando o Carnaval, eu aceitei o convite de uma prima e fugimos da bagunça com as crianças. Nosso rumo: Gramado!

Foto retirada da internet
Nós não pegamos nenhum pacote de viagem e também não tínhamos um roteiro fixo, pois seriam apenas 3 dias e o tempo estava instável, então fomos decidindo nosso roteiro conforme a previsão do tempo. rs
De São Paulo para Porto Alegre são mais ou menos 2 horas de voo e lá mesmo do aeroporto sai um ônibus de hora em hora para Gramado, então são mais ou menos 2 horas até Gramado.

Que roupas eu levo?

Aqui em São Paulo costumamos dizer que temos várias estações em um único dia, mas lá em Gramado eu achei bem mais intenso as mudanças climáticas. Pelo menos agora no Carnaval, teve dias que cheguei a me queimar, porque não esperava tanto sol depois de uma manhã cheia de neblina e à noite, passamos frio, frio de tremer o queixo mesmo de casaco.

Aqui é a vista do meu quarto, na foto da esquerda tirei lá pelas 14hs e depois às 18hs.
Já com meu filho eu colocava a bermuda por baixo da calça e, depois passava o dia tirando e colocando a calça! Também porque fomos em muitos locais abertos e parques gelados que vocês verão nos próximos posts, então minha dica é: leve metade de roupas para o frio e metade para calor.

Alugar Carro X Táxi

No início pensamos em alugar um carro para maior comodidade, mas depois descartamos pois na volta teríamos que pegar estrada de madrugada e calculando os gastos com o aluguel + estacionamentos + gasolina, achamos que não compensaria.


As principais ruas de Gramado têm estacionamento rotativo, o tempo máximo de permanência na vaga são 3 horas, o que pode ser pouco para quem está conhecendo a cidade. Então fique atento, ultrapassando esse período você terá que pagar uma taxa dentro de 48 horas.


O serviço de táxi é muito concorrido na cidade, por isso vale a pena pechinchar! Para um dia de passeio você pode optar por pagar pela corrida normal ou por hora e o preço varia de R$ 40,00 à R$ 60,00 a hora. 

No final acabou compensando o táxi, pois mesmo no dia que fomos para Canela, o taxista parava o taxímetro toda vez que descíamos do carro e pagamos menos que o aluguel do carro + estacionamentos + gasolina.
Fora isso, eles também foram mostrando locais que não estavam dentro do nosso roteiro e contando curiosidades da cidade.

Curiosidades

Em Gamado não há semáforos! Disse um taxista que há tempos colocaram 1 na cidade, mas causava tanto trânsito que resolveram tirar. rs Mas apesar de você "forçar" um pouco para entrar nas vias, eles respeitam, não vi ninguém tentando cortar, acelerando ou fechando passagem, o que muito acontece aqui em São Paulo.

Outra curiosidade é o respeito que o motorista tem com o pedestre. Se você fica parada na calçada em frente a faixa de pedestre, todos os carros param para você atravessar. Nosso auge foi ver um ônibus que vinha correndo parar para nós atravessarmos. hahaha



Além da cidade ser linda e as pessoas super simpáticas, você anda tranquilamente pelas ruas, até mesmo à noite. Também segundo um taxista, toda a cidade é monitorada por câmeras e o índice de assalto é baixíssimo.


Um local legal para conhecer é a Igreja Matriz São Pedro, lá há a Fonte do Amor Eterno, um ponto turístico para casais apaixonados.



Lá você pode comprar um cadeado, personalizar com o nome do casal e prender junto à fonte selando assim o amor eterno do casal apaixonado. Vejam só quanto casais apaixonados passaram por lá!


Ao lado da rodoviária há a Feira Orgânica e Pães dos Colonos e nos atraem pelo cheirinho delicioso.
Logo na primeira loja já encontramos compotas de doces, cascas de laranja cristalizados divinos (eu quero mais!), biscoitos de mel, biscoitos de natal... Do lado de fora ainda havia uma infinidade de pães e bolos suculentos feitos na hora... nos acabamos! hahaha


Para quem curte produtos artesanais vale a pena dar um pulinho. Eu que adoro procurar novidades, encontrei essa moça muito simpática que, infelizmente esqueci seu nome (me desculpe!), que vende uns ponchos, cachecóis e blusas super diferentes que mostrarei em outro post, fiquem ligadas!


Não sei se foi pela correria, mas não vimos lembrancinhas típicas da região além dos famosos chocolates. Aliás, há lojas de chocolates por toda cidade, barrinhas de chocolates por 2 reais de todos os sabores: chocolate branco com cereja, de laranja, limão, amargo crocante, meio amargo com menta. Que perdição!


Atenção mulherada, tem Panvel na Avenida Borges de Medeiros, 2506! hahaha


Para quem quer fugir da bagunça esta é uma ótima opção! A maioria das pessoas de lá não curtem Carnaval (até esquecíamos que estávamos em pleno Carnaval) e eles sabem que quem vai para lá é porque está procurando sossego, então, descobrimos que há festa de Carnaval mas acontece em um local afastado da cidade. E para não dizer que não vimos nada, teve uma noite que passamos pelo Bloco dos Velhinhos Transviados.


Para quem visita a cidade há roteiros para todas as idades, tem roteiro dos vinhos, passeios românticos pelas Serras Gaúchas, museus e parques para jovens e crianças, que aliás foi o nosso roteiro que vocês vão acompanhar nos próximos posts.

Até lá! ;)

Comentários

Postagens mais visitadas

Parceiros - Confira as vantagens de ser nosso leitor!

.

.

Siga no instagram @quartofeminino