Tanabata Matsuri ou Festival das Estrelas

Você já ouviu falar no Tanabata Matsuri ou Festival das Estrelas?



Sobre uma lenda japonesa onde há muito tempo, vivia próximo ao rio das estrelas Amanogawa (Via Láctea), Orihime a "Princesa Tecelã", que tecia as mais belas roupas, mas vivia triste por estar sempre ocupada com seus afazeres.

Seu pai, o imperador Tenkou o "Senhor Celestial", resolveu apresentar-lhe um belo rapaz chamado Hikoboshi, o "Pastor do Gado", acreditando ser o par ideal para sua filha. Eles se apaixonaram e começaram a viver intensamente esse amor, esquecendo de suas obrigações diárias.

Tenkou, entristecido com a irresponsabilidade do casal, decidiu separá-los, obrigando-os a morar em lados opostos da Via Láctea. Permitindo que se encontrassem apenas uma vez ao ano, no sétimo dia do sétimo mês.


Neste dia, um barqueiro levava Orihime do encontro do seu amado, mas caso ambos não tivessem feito o melhor em suas tarefas, o Senhor Celestial fazia chover, assim o rio inundava impedindo a passagem do barqueiro. Então, os Kasasagi (grupo de aves) faziam uma ponte de pássaros sobre a Via Láctea e ajudavam a princesa Orihime encontrar seu amado.

Orihime passou a trabalhar duro para se aperfeiçoar e poder encontrar seu amado, ela é representada pela estrela Vega e Kengyu pela estrela Altair, que estão posicionadas em lados opostos na galáxia e se encontram apenas uma vez por ano. Por isso, chamamos de Festival das Estrelas e celebra a sabedoria e a capacidade de nos aperfeiçoarmos sempre!

Foto: www.tanabata-hiratsuka.com
No Japão, o Tanabata Matsuri é um feriado nacional e acontece em agosto, aqui no Brasil várias cidades onde há concentração de descendentes, fazem essa festa no mês de julho. Esse atraso se dá devido a diferença entre o calendário lunissolar japonês e o calendário gregoriano.

Para quem está em São Paulo, pode conferir essa festa neste final de semana, dias 16 e 17, na Praça da Liberdade, na saída do metrô Liberdade, é até melhor ir de metrô, pois as ruas ao redor ficam interditadas nessas datas.



Os postes ficam enfeitados com galhos de bambus onde se penduram os desejos escritos em papéis coloridos chamados de tanzaku, que é vendido no local.

Cada cor do tanzaku é para um tipo de desejo:

Branco para paz
Amarelo para dinheiro
Laranja para felicidade
Vermelho para gratidão
Rosa para amor
Azul para proteção e saúde
Verde para esperança

Foto: www.culturajaponesa.com.br
Durante o festival são feitas diversas apresentações culturais japonesas, como o Taiko, além das tradicionais barraquinhas da feirinha que acontece todos os domingos com pratos típicos da culinária japonesa e artesanatos.


Ah, os mini shoppings com as famosas lojinhas com coisas fofas, nerds e mercearias ficam abertas, só é necessário um pouco de paciência para andar espremida naquela multidão, mas eu ando com meu filho numa boa!

Essa é minha dica de passeio para este fim de semana!
Conheça um pouco mais sobre a cultura japonesa e façam seus pedidos com muita fé, lembrando que seu desejo só será atendido se fizer sempre o seu melhor! ;)

Comentários

  1. Oi Suzanne, achei linda a estória.Com a sua permissão poderia colocar no meu blog? tenho
    tenho dois blogs: Lua Singular e Minicontista2. Gostaria de colocar no Lua Singular que é mais visualizados. O segundo é novinho.
    Obrigada
    Dorli
    Lua Singular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dorli, tudo bem?
      É claro que pode, essa é uma das mais famosas lendas do Japão e muito linda mesmo!
      Beijos e boa sorte em seus blogs!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Parceiros - Confira as vantagens de ser nosso leitor!

.

.

Siga no instagram @quartofeminino