Você já julgou alguém pela imagem?

A maioria das pessoas para quem eu faço essa pergunta respondem que não, que preferem olhar para o interior das pessoas, mas quanto tempo você leva para realmente conhecer uma pessoa?


Estudos mostram que levamos 30 segundos para formar a "primeira impressão" sobre uma pessoa, levando em consideração, suas características físicas, seus gestos, sua voz, como se veste, enfim, todo o conjunto. Sabe como isso acontece?

Explicando de uma maneira bem grosseira, quando olhamos para uma imagem, seja ela um pessoa, um quadro ou a tela do seu computador, essa imagem entra através dos nossos olhos e é enviada ao tálamo, esse por sua vez envia para o córtex visual e para a amígdala cerebral.


No córtex a imagem é identificada, ou seja, você reconhece o objeto que está olhando. Por exemplo, você entende que a imagem acima é uma bola de futebol porque o córtex reconheceu que não é simplesmente uma esfera, mas uma bola de futebol.

Já a amígdala cerebral é responsável pela memória emocional, gerando reações emocionais às imagens captadas. É uma estrutura muito importante, sem ela não reconheceríamos uma situação de perigo. Ou, ao encontrar um amigo, nós o reconheceríamos mas não conseguiríamos saber se gostamos ou não dele. Já pensou que estranho?


A informação que vem do córtex é mais completa, porém mais demorada. Já a amígdala tem a resposta quase imediata. Sabe aquele susto que levamos ao ver um cobra se aproximando? É a amígdala cerebral enviando a informação de perigo, antes mesmo de saber se ela é venenosa ou não.

Levando em consideração todas essas informações, não é bem um julgamento, porque não é consciente, mas em questão de segundos, nós formamos não só a primeira impressão, como também uma emoção sobre as pessoas.

Você já conheceu alguém que não foi com a cara no início e depois virou sua amiga? Se um dia essa pessoa te decepcionar, com certeza sua memória emocional irá dizer: "Bem que senti algo estranho quando a conheci!"

Por isso dizemos que a primeira impressão, é a que fica. Esse estudo é apenas uma parte do processo da construção da identidade visual que faço na consultoria de imagem, onde trabalho o ser humano equilibrando seus aspectos físicos, mental e emocional.

Ficou curiosa?
Leia também o post onde falo sobre os arquétipos, clicando aqui.

Comentários

Postagens mais visitadas

Parceiros - Confira as vantagens de ser nosso leitor!

.

.

Siga no instagram @quartofeminino