Aromaterapia no dia a dia

Eu sempre busquei alternativas naturais no meu dia a dia, mas sem radicalismo. Se eu pego uma gripe, prefiro me tratar com chás, mas se tivesse uma crise de enxaqueca, recorria aos medicamentos alopáticos. Foi aí que descobri a aromaterapia, que se encaixa perfeitamente neste contexto.

O homem sempre utilizou os benefícios das plantas, há registros de uso de ervas curativas desde 18000 aC, em pinturas nas cavernas, na França. O que é a coisa mais natural, afinal, só haviam as plantas como medicamentos.

Ao longo de toda a história encontramos registros, na Medicina Ayurveda na Índia, em cerimônias religiosas no Antigo Egito, por Shennong na China (o Divino Agricultor, considerado o pai da Medicina Tradicional Chinesa), por Hipócrates na Grécia, como banhos e massagens em Roma, por Avicena na Pérsia que descobriu a forma de destilação do álcool e tornou possível a produção de perfumes.


Os óleos essenciais são substâncias riquíssimas extraídas de várias partes de plantas aromáticas, que possuem propriedades benéficas para o ser humano e também para os animais.

A aromaterapia é uma ciência que estuda o uso de óleos essenciais para o tratamento do corpo, da mente, das emoções e da alma.

Apresento aqui algumas formas de aplicação da aromaterapia no nosso dia a dia:

Nos cuidados com a pele

Encontramos os óleos essenciais em diversos cosméticos naturais, e sendo usado na estética facial e corporal, para potencializar máscara de argila, fazer um demaquilante natural, um blend para tratar oleosidade da pele, hidratar e até mesmo como anti-age, no combate a queda de cabelo, como fortalecedor as unhas, até mesmo em patologias como acne, psoríase e alergias.

Há óleos essenciais sendo usados até como protetor solar, mas muitos são fotosensibilizantes, ou seja, mancham a pele quando expostas ao sol, então, peça orientação a um profissional.


Como auxiliar em tratamentos de doenças

A aromaterapia não substitui nenhum tratamento médico, ela complementa!
Os óleos essenciais podem ser inalados, aplicados na pele em forma de pomadas, blend, em compressas.

Há óleos essenciais que ajudam desde tratamentos contra gripe, resfriado, rinite, sinusite, alergias em geral, TPM, disfunção hormonal, má digestão, até úlceras e tumores. Existem óleos que inalados podem baixar ou subir a pressão em minutos, por exemplo.

Tem alergia a picada de insetos? Queimou o dedo?
Experimente aplicar óleo essencial de lavanda (Lavandula officinalis), logo sentirá um alívio e perceberá uma rápida cicatrização.


Em massagens, banhos, sauna e escalda-pés

Em spas, clínicas ou em casa, você pode aproveitar os benefícios dos óleos para relaxar ou aliviar dores musculares. E até mesmo em bebês, na Shantala.

Experimente pingar algumas gotas de óleo essencial de Hortelã Pimenta (Mentha piperita) no seu box, pela manhã, você sairá renovado do banho, pronto para um dia super produtivo.


No ambiente

Em aromatizadores de varetas, elétricos, rechauds, velas aromáticas, sachês e em sprays.
Já experimentou a lavanda para relaxar e ter uma boa noite de sono? E a laranja ou capim limão para dar um sensação refrescante na sua casa da praia?

Você sabia que em muitos consultórios odontológicos, utilizam aromatizadores de ambiente com óleos essenciais específicos que eliminam o medo dos pacientes?


Qualquer que seja sua aplicação, a aromaterapia irá tratar da dores físicas e emocionais, abraçando a nossa alma.

Comentários

Postagens mais visitadas

Parceiros - Confira as vantagens de ser nosso leitor!

.

.

.

Siga no instagram @quartofeminino